Fique Seguro

Saiba como o seguro de vida pode ajudar após o diagnóstico de câncer

Fonte: por Izilda Camargo, em 30/10/2018

 A relação médico-paciente é uma interação que envolve confiança e responsabilidade, fundamentais no momento de um diagnóstico desfavorável. Dados de um relatório estatístico divulgado no início deste ano sobre o câncer no mundo constatam que um em cada cinco homens e uma em cada seis mulheres terão a doença em algum momento da sua vida.

De acordo com o Inca, Instituto Nacional do Câncer José de Alencar, órgão vinculado ao Ministério da Saúde, no Brasil 60 mil mulheres poderão receber o diagnóstico da doença em 2018.

Lidar com um diagnóstico assim não é uma tarefa fácil pra ninguém e conviver com essa realidade certamente requer doses altíssimas de controle emocional para aprender a lutar contra essa grave doença. O apoio da família e dos amigos é fundamental e a reorganização da vida é extremamente necessária para o combate que exigirá muito esforço físico e financeiro.

A FEMAMA,  Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama, divulgou no início desse ano que o valor do tratamento do câncer de mama em estágio inicial é de R$ 11.373 por paciente com câncer de mama pré-menopausa e R$ 49.488 nos casos pós-menopausa. Nas fases mais avançadas, esses números chegam a R$ 55.125 e R$ 93.241, respectivamente.

Você deve estar se perguntando: O que o seguro de vida tem a ver com isso? Tudo!

Hoje, as seguradoras dispõem de produtos com cobertura para diagnóstico de câncer que garantem um suporte financeiro em vida de até 50% do valor do seguro contratado quando o diagnóstico é confirmado. 

Os segurados ainda podem contar com serviços de assistência gratuita como a segunda opinião médica, no caso de suspeita de câncer. Trata-se de um parecer do diagnóstico médico já realizado ou de orientação terapêutica sugerida, emitido por médicos especialistas através de protocolos sigilosos e reservados.

Dessa forma, o seguro de vida torna-se um valioso aliado já que contribui para amenizar as condições financeiras desfavoráveis que os segurados ou seus familiares poderão enfrentar se acontecer algum dos riscos cobertos. 

Além disso, de acordo com o plano escolhido o seguro de vida pode oferecer benefícios como acesso a descontos em redes conveniadas, como farmácias, por exemplo. Outros benefícios que podem ser contratados e são de grande importância em casos extremos:

Cesta básica 

Durante o período estabelecido no contrato, geralmente de três a doze meses, os beneficiários receberão uma cesta básica de alimentos. Em vez da cesta básica, existe a opção de receber um valor à vista, correspondente a todas as cestas básicas do período descrito na apólice.

Muitas seguradoras pagam esse benefício através de um cartão pré-pago.

Auxílio funeral 

É uma cobertura do seguro que garante o reembolso dos gastos referentes ao funeral. É livre a escolha dos prestadores do serviço de funeral. As notas fiscais das despesas deverão ser apresentadas à seguradora para reembolso dos gastos. Conforme as condições contratuais, o reembolso poderá ser feito a determinada pessoa ou a quem assumiu o custo, até o limite do capital segurado estabelecido na apólice.

Assistência funeral 

Diferente do auxílio funeral, a assistência funeral é um serviço complementar ao contrato de seguro, sem direito a reembolso das despesas nem à livre escolha para prestação dos serviços. Estes são executados por prestadores indicados pela seguradora. 

Entre os serviços cobertos para o funeral previstos nas condições contratuais do plano, estão: 

• pagamento das despesas com a cerimônia e o sepultamento; 

• pagamento das taxas para emissão dos documentos necessários nessa ocasião; e • traslado do corpo, quando o falecimento do segurado ocorrer em outra localidade que não a da sua residência. 

Embora em nosso país não exista a cultura da contratação do seguro de vida, esse é um investimento que garante a proteção daqueles que amamos e devemos pensar nele como um gesto carinhoso que se materializa na nossa ausência.

Por esse motivo, listo aqui algumas das dúvidas mais frequentes quando se pensa em contratar essa proteção:

1. Quanto custa um seguro de vida?   

O preço do seguro varia de acordo com as coberturas, o valor do capital segurado que se pretende receber de indenização, com a idade do segurado e com o risco que ele representa diante da possibilidade de ocorrência do risco coberto pela apólice. 

Hábitos de vida saudável, prática de esportes (desde que não sejam radicais) ou atividades físicas, equilíbrio entre peso e altura, não ser fumante e ter uma profissão menos estressante e menos arriscada contribuem positivamente no preço do seguro. 

O custo do seguro de vida também será mais alto ou mais baixo de acordo com o valor de indenização (capital segurado) pretendido para as coberturas adicionais que você contratar.

2. A escolha dos beneficiários no seguro de vida é livre? 

Você pode nomear qualquer pessoa como beneficiário. A substituição poderá ser feita quantas vezes você quiser. A indenização do seguro é sempre paga ao beneficiário indicado, mesmo que não seja um de seus familiares. 

3. Se eu não indicar beneficiário, quem receberá a indenização do seguro em caso de morte?

De acordo com o artigo 792 do Código Civil, na falta de indicação de beneficiário ou se por qualquer motivo não prevalecer a que foi feita, metade do capital segurado será paga ao cônjuge não separado judicialmente e o restante, aos herdeiros do segurado, obedecida a ordem da vocação hereditária. 

4. O que acontece quando o beneficiário for menor de idade?

Se acontecer a morte do pai e da mãe, o filho menor de idade não receberá a indenização imediatamente. A seguradora poderá efetuar o depósito em juízo até o juiz nomear um tutor para ser o responsável pelo menor. Mediante autorização judicial, o tutor poderá sacar, aos poucos, o valor necessário ao sustento e estudo do tutelado. 

5. Posso contratar mais de um seguro de vida?

Sim. Não há limite para contratação de seguros de vida, e em caso de ocorrência de sinistro, estando todas as apólices ativas e com os pagamentos em dia, as indenizações ocorrerão de acordo com os capitais segurados.

6. Quais são as diferenças do seguro de vida individual e o seguro de vida em grupo?

O seguro de vida individual é contratado junto à seguradora, através do corretor de seguros, já o seguro de vida em grupo tem um representante, também chamado estipulante, que pode ser uma empresa, sindicato ou cooperativa, que negocia condições e coberturas válidas para todo o grupo.

7. Quem tem seguro de vida em grupo na empresa, é importante ter um seguro de vida individual?

Sim! É necessário ter em mente que se caso for demitido ou decidir sair do emprego, perde-se o seguro de vida. Além disso, a seguro de vida em grupo pago pelas empresas nem sempre atende a todas as necessidades de seus funcionários, no que se refere à abrangência e valores de cobertura. 

Um seguro completo deve ter coberturas para morte natural, morte acidental, invalidez permanente por acidente, invalidez permanente por doença e auxílio funeral. No seguro de vida individual, permite ainda, a inclusão de coberturas especiais para doenças graves, invalidez por doença, diárias por afastamento do trabalho, entre outras. 

8. Qual o prazo de vigência do seguro de vida?

O seguro de vida poderá ter vigência anual ou vitalícia, de acordo com a modalidade de contratação. Na sua apólice deverá constar o período de contratação, e caso o seguro seja cancelado, não haverá devolução de valores pagos.

9. Existe algum tipo de atualização do capital segurado e do valor a pagar pelo seguro de vida?

Sim. Com base no índice de preços estabelecido no contrato e dentro do período de renovação, haverá atualização do capital segurado e do valor a pagar pelo seguro de vida. No entanto, as atualizações não serão proporcionais, sendo o valor a pagar atualizado pela taxa estabelecida pela seguradora, observando as características do segurado, como faixa etária, por exemplo.

10. Como solicitar a indenização do seguro de vida?

Em caso de qualquer ocorrência prevista na apólice, assim como em qualquer outro ramo de seguro, o corretor e a seguradora devem ser avisados imediatamente. Os documentos necessários para análise da indenização serão solicitados, para que se dê início ao prazo de indenização.

Fique Seguro: Agora que você já conhece os benefícios do seguro de vida, faça uma simulação e em caso de dúvidas, estaremos prontos para atender, acesse www.vidamaissegura.com.br

Comente essa matéria, tire suas dúvidas, clique aqui e fale conosco



Todos os Seguros é o site da Coutinho Administradora e Corretora de Seguros.

Rua Edson, 700 - Campo Belo - CEP 04618-032 - São Paulo - SP

Tel: (11) 5533-8844 • Whatsapp: (11) 97596-5235

cas@caseguros.com.br